Significados de termos usados pela tantra

Massagem Tântrica Terapeuta Mayã Massagem Tântrica São Paulo, Campinas, , Curitiba Massagista Tântrico Massagem São Paulo

Por conta de sua origem no sânscrito, o tantra trás com ele muitas palavras que não estamos acostumados a ler e a ouvir. Para ajudar no entendimento, reunimos alguns termos que são diariamente utilizados na filosofia tantra e trouxemos seus significados.

Ásanas – São posições realizadas nas práticas de yoga. Segundo a filosofia iogue, os àsanas estão além de uma opção de atividade física, as posições e posturas fortalecem o corpo, aumentam a capacidade de concentração e trazem um sentimento de paz.

Bagavadh Gita – É um dos principais textos religiosos e escrituras sagradas da Índia. Ele fala sobre autoconhecimento e valores essenciais para atingir o plano espiritual.

Chacras

Na Massagem Tântrica são centros de energia do nosso corpo. Para cada célula, existe um chacra desenvolvendo uma ação. Desses milhões, trilhões de chacras que existem no corpo humano, os mais importantes são:

Localizado no último osso da coluna, ele está ligado às glândulas suprarrenais e é responsável pela energia do nosso corpo e pela circulação do sangue. É ele que nos conecta com a terra e com a nossa existência.

Conhecido por ser o chacra sexual e está ligado a toda área genital e aos rins. Se ele estiver equilibrado, ajuda no despertar de kundalini, mas se não está funcionando bem, pode causar impotência sexual e desânimo ou compulsões sexuais.

Localizado pouco acima do umbigo, está ligado ao pâncreas. Nele é que ficam retidas emoções intensas como ansiedade, raiva, tristeza, paixão e desejo. É o chacra mais suscetível à nossa alimentação, pois ele absorve as energias dos alimentos. Quando está em bom funcionamento, ele causa sensação de realização, mas quando não está em harmonia pode causar irritação, medo e problemas digestivos.

Ele se encontra próximo ao coração, está ligado aos sentimentos de amor e compaixão e é o responsável por equilibrar as energias de todo o corpo e dos chacras.

Localizado na garganta, é o responsável pela comunicação e por toda a área que envolve as vias respiratórias e da tireoide. Se ele está em desequilíbrio pode causar dores de garganta e de dente e problemas na tireoide

Localizado na testa, é conhecido por ser o “terceiro olho”. Ele é o responsável pelos nossos pensamentos, pelos olhos e nariz. Se desequilibrado, pode causar dores de cabeça e sinusite, mas, se está em harmonia, ele ajuda a expandir a capacidade da intuição.

Encontra-se no topo da cabeça e é o responsável pela expansão da nossa consciência e por nos conectar com o plano espiritual. Se mal trabalhado pode causar desequilíbrio mental, mas, se bem trabalhado, ele ajuda nas lembranças e na sensação de bem-estar e felicidade.

Dharma – Não existe uma tradução literal para a palavra, que tem origem na língua antiga do sânscrito, mas o dharma se assemelha à missão de vida, à verdade e à compreensão da vida. Descobrir e viver com o seu dharma é a chave para uma vida feliz e espiritual.

Dhyána – Significa não pensar em nada e é alcançado através da meditação.

Kundalini – É a energia vital, da nossa alma, conhecida como uma serpente, fica localizada no chacra da base, o Muladhara. Quando despertada, através de práticas tântricas, sua energia passa a “subir” pela coluna, passando por todos os chacras principais, até chegar ao chacra da coroa, o Sahashara, desencadeando processos ligados à criatividade e proporcionando expansão da mente e poder curativo emocional e físico.

Lingam – Em sânscrito significa órgão sexual masculino; no tantra uma massagem peniana, aplicada em toda a região do órgão sexual do homem.

Maithuna – É o ápice da união física e espiritual entre Shiva (força ativa) e Shakti (força passiva), onde esse ápice é simbolizado pela ligação que acontece no sexo entre o casal. No tantra, a mulher simboliza Shakti e o homem, Shiva.

Pranayama – Uma das principais técnicas do yoga, o termo significa controle da respiração. A técnica é utilizada para atingir tranquilidade e serenidade para as práticas das posturas e da meditação.

Sadhána – Significa a prática pessoal, a prática diária do tantrismo ou do yoga, por exemplo. No campo espiritual, ela significa atingir um objetivo, um propósito.

Samadhi – É a meditação, é um estado espiritual de consciência. Existem diferentes estágios de samadhi, onde os níveis espirituais são completamente diferentes. Mas, em todos eles, envolve elevada concentração. A prática de samadhi acalma e descansa a mente.

Redatora: Thais Daniel

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


WhatsApp Logo